Somos um time que surgiu a partir do ingrediente mais saudável que o mundo já conheceu: o amor. Pela família, pelos amigos e pelo planeta, cada dia mais beneficiado por iniciativas que visam o bem estar de seus habitantes.

O "Grão de Maria" começou a ser semeado no primeiro semestre de 2017, quando Rafaela Faustino e Larissa Vespasiano utilizaram o laço de afeto que cultivavam desde a infância para viabilizar a criação de uma marca de alimentos saborosos que pudessem nutrir pessoas com restrições alimentares.

As raízes da ideia, é claro, estiveram entrelaçadas pela ternura desde o início.

"A minha filha, Maria, tem diabetes e reações alérgicas a proteínas animais. O diagnóstico demorou muito e nós sofremos bastante até conseguirmos alimentá-la da maneira correta.

 

Ela chegou a ficar quase raquítica e era muito triste ir ao pediatra e ver que ela tinha ganhado pouquíssimas gramas entre uma consulta e outra.

Dizem que toda mulher que dá a luz só consegue dormir de verdade quase três meses depois. Eu demorei mais de um ano e só descansei em paz quando o 'Grão' começou a tomar forma", conta Rafaela, que mora em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, tem 34 anos e é formada em administração.

Foi um presente de aniversário que Rafaela ganhou da herdeira mais velha, Manuella, de 12 anos, que começou a apontar esta história para um rumo mais alegre.

Nossa História

A comemoração do dia das mães em maio de 2017 foi essencial para que Maria começasse a, finalmente, comer adequadamente e para que as receitas feitas especialmente para ela se transformassem naquelas que hoje nós dividimos com todo o Brasil.

"Ganhei um livro de dicas para a cozinha escrito pela Bela Gil, de quem gosto muito. Foi o primeiro estalo para começar a nutrir a Maria de forma diferente. Comecei com tofu, tahine e leite vegetal. Eu mandava fotos de tudo o que eu fazia para a Larissa, que mesmo morando no exterior, nunca deixou de fazer parte do meu círculo de amizades", explica a futura estudante de gastronomia.

Mensagens instantâneas fundaram a empresa

Em Richmond, capital do estado da Virgínia, nos Estados Unidos, Larissa acompanhou de longe a preocupação e os cuidados da amiga com a filha mais nova.

 

Nossa História

Também foi a partir da cidade norte-americana que a bióloga brasileira passou a gerir o "Grão de Maria" junto de Rafaela, direcionando investimentos, administrando recursos e colhendo os frutos da iniciativa, que começou como um negócio local e hoje lança uma loja virtual capaz de atender os 26 estados brasileiros.

"Acreditei no projeto desde o início porque, antes de tudo, a intenção dele era ajudar a Maria, filha da Rafa, a se alimentar melhor.

Nosso laço de amizade foi fundamental para que o 'Grão' passasse a existir e, hoje, sou muito orgulhosa dele. É a realização do meu sonho de empreender", afirma Larissa, que tem 27 anos, também é natural de Volta Redonda e desde novembro de 2015 vive no exterior.

A distância de mais de 7,5 mil quilômetros (precisamente 7.585km separados por cerca de 15 horas de viagem) não impede que as duas sócias estejam sempre juntas, mesmo que através da web.

Nossa História

Elas se falam durante todo o dia e, além de garantirem o funcionamento da empresa, também aproveitam o tempo para exercerem outras funções.

"Ter um negócio próprio me permite administrar o tempo para ser muito trabalhadora sem deixar de me dedicar como mãe. Gosto bastante desta ideia. Quando começamos, não imaginávamos que chegaríamos tão longe. Acreditávamos que teríamos um público local e que venderíamos produtos para as pessoas que já conhecíamos", relembra Rafaela.

 

Nossa História 

 

Nossa História