Image
19 Nov

Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada 'consciência alimentar'

Nas últimas décadas, a nossa relação com a comida sofreu muitas mudanças. Seja pelo crescimento da produção industrial de alimentos ou pela correria do dia a dia, comer se tornou um ato automático, desconectado das sensações de fome e saciedade.

Muita gente come ao sentir tristeza, alegria e tédio, ou simplesmente por obrigação. Com isso, deixamos de prestar atenção aos nossos corpos e deixamos de lado a intuição e o autoconhecimento. É importante saber em que hora comer, de qual alimento o corpo precisa mais naquele momento e, além disso, o mais importante: em que quantidade comer.

 

           Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada

 

Só comemos muito mais do que precisamos porque não prestamos a devida atenção enquanto estamos nos alimentando. É por isso que desenvolver uma consciência alimentar é a chave para o equilíbrio que devemos burcar em relação à comida.

Porém, uma percepção ideal sobre os hábitos alimentares não pode ser adquirida da noite para o dia, uma vez que ultrapassa o debate sobre fatores éticos e ambientais. Ela vem junto com um conhecimento sobre o que faz bem a você e ao seu corpo, sobre aquilo que te dá ou rouba energia. O que você ingere pode te fazer ter dias melhores ou piores.

 

Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada

 

Essas observações são importantes na construção da tão sonhada consciência alimentar, que não é um bicho de sete cabeças como você pode ter imaginado um dia. Ela é nada mais do que uma mudança permanente no seu norte na hora de escolher de que maneira deve se alimentar

Para te ajudar nesta conquista, o Grão de Maria selecionou quatro dicas imperdíveis e, claro, fáceis de seguir mesmo em meio as preocupações da sua rotina. Tire um tempinho para conhecer cada uma delas, mas não se preocupe em memorizá-las: este conteúdo estará sempre disponível online, esperando por você.

 Conheça quatro dicas para desenvolver consciência alimentar:

 

1) Escolha bem os alimentos

A clareza sobre como comer faz com que você tenha uma relação harmônica com os alimentos. Ter consciência na hora de escolhê-los envolve pensar nos direitos de outros seres, em princípios ambientais, científicos e sustentáveis, e em valores éticos.

Mais do que isso tudo, é preciso se perguntar: por que você está comprando aquele alimento? Como ele irá te satisfazer? Quais são os benefícios e os prejuízos que ele pode te trazer? Essa é a chave de todo o processo e é importante levar esses questionamentos à mesa.

A partir deles, você pode criar uma liberdade de escolha duradoura. No começo, o hábito pode até parecer trabalhoso. Entretanto, com prática, ele se torna automático e passa a fazer parte do seu subconsciente.

 

Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada

 

2) Atribua significado ao que você come.

Nossa alimentação é repleta de significados. Logo, para ter uma consciência alimentar, você precisa questionar-se e entender o que busca quando escolhe um alimento e quais são as referências que ele encontra na sua vida. Existem, por exemplo, produtos ultraprocessados que são extremamente prejudiciais à saúde, mas que foram assimilados por nós como saudáveis graças às campanhas de marketing. Também há associações relativas à felicidade e à obtenção de mellhores desempenhos físicos.

Perceber como esses sentidos são construídos pode ajudar você a entender a quais critérios condicionam a sua escolha por um alimento em específico e a rejeição por outros. Antes de fazer as compras, pense quais são as interpretações sobre aquilo que coloca (ou deixa de colocar) no carrinho. Esse processo é, inegavelmente, bastante emocional.

 

Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada

 

Portanto, é importante que você evite ir ao mercado quando estiver triste, por exemplo. As chances de você comprar alimentos com alto teor de açúcar é grande. Afinal, há inúmeros significados relacionados à alegria e satisfação pessoal que são atribuídos a eles.

Você já observou que sempre há chocolates dispostos nos caixas de supermercados? E que, ao lado deles, há revistas estampadas com mulheres completamente em forma? Quando seus olhos focalizam o corpo que você gostaria de ter e não tem, o nível de dopamina (um dos neurotransmissores associado ao prazer) do seu corpo abaixa. E, então você precisa encontrar uma forma de se sentir bem que, infelizmente, vai acabar se resumindo a alguma gostosura feita de cacau e muito carboidrados e açúcares.

 

Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada

 

3) Entenda a relação entre comida e cultura

A alimentação não está deslocada da cultura do lugar e do ambiente em que vivemos e nem das pessoas com quem estamos na maior parte do tempo. Nossa maneira de comer diz muito sobre nosso estilo de vida, hábitos, crenças e valores. Também está relacionada à forma como nos relacionamos com nossos corpos e com a natureza. Logo, nenhum modelo ou padrão deveria ser estabelecido como uma regra a ser fielmente seguida por alguém.

O Guia Alimentar para a População Brasileira estabelece que a primeira preocupação de quem quer comer bem deve ser procurar um ambiente calmo e tranquilo e um cardápio repleto de comidas caseiras ou produzidas em pequenas escalas. Consumir os alimentos frescos e cultivados em casa ou por produtores locais e que tenham, de prefêrencia, origem orgânica. Essas informações são, segundo a cartilha, ainda mais importantes que os componentes nutricionais.

ATENÇÃO: Saia do 'modo automático'

Se você não parar pra pensar no que está comendo, tenha certeza que está fazendo isso no "piloto automático". São momentos importantes do dia em que, em tese, você deveria tentar aplicar toda a consciência possível.

Para resolver a falta de foco, tente resgatar hábitos comuns como ir à feira ou a pequenas lojas de produtos naturais. Cozinhar e levar a própria comida para o trabalho ou para a faculdade também pode ajudar. Troque os alimentos embalados pelas frutas e, se você tiver a possibilidade, tente plantar aquilo que come. Coma longe dos eletroeletrônicos, mesmo que esse hábito possa ser muito prazeroso.

É necessário que você esteja presente no momento da sua refeição. Dessa maneira, é possível prestar mais atenção em cada alimento, desde o gosto até o sabor e a textura.

 

Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada

 

4) Pergunte-se: do que eu me alimento?

Ignorar o processo de produção dos alimentos pode ser um caminho perigoso e, talvez, irreversível para o mundo todo. Na Floresta Amazônica, por exemplo, o ecossistema é sistematicamente destruído em prol da criação de gado. Isso gera uma responsabilidade dos produtores por parte do aumento da temperatura em todo o planeta, em decorrência do fenômeno que conhecemos como aquecimento global.

Em paralelo, as sementes transgênicas prejudicam o ambiente e atrapalha a agrobiodiversidade num universo de cultivo em que alimentos convencionais já são envenenados pelos agrotóxicos. Embaixo d'água, os peixes e frutos do mar são contaminados sistematicamente com microplásticos. Na etapa final do consumo, aquilo que é ultraprocessado pela indústria pode causar doenças crônicas, reações imunológicas e alterações hormonais nas populações.

Alimentar-se é um desafio grandioso hoje em dia. Tentar ter uma cultura saudável num mundo pouco consciente sobre o poder de cura e transformação dos alimentos é uma batalha diária. A liberdade de escolha está diretamente relacionada ao conhecimento que você assimila.

 

Coma bem sem sofrer: Saiba como encontrar a sonhada

 

Logo, a consciência alimentar é o segredo de uma alimentação mais plena e feliz. O GRÃO DE MARIA está nessa luta com você. Se esse conteúdo te ajudou a refletir e trouxe informações que você ainda não possuia, compartilhe com a gente!

Deixe abaixo o seu comentário, as suas dúvidas e sugestões de temas para futuras publicações. Vamos adorar! (E claro, não se esqueça de dar aquela passadinha em nossa loja virtual, ok? Aqui a gente realmente se importa muito com o que você come. O significado dos nossos produtos reside no amor)

Até mais ;)

 

Image
Larissa Vespasiano

Formada em Ciências Biológicas com ênfase em Biotecnologia. Apaixonada pelos seres vivos e amante da alimentação saudável e sem animais. Desde a faculdade estuda de forma amadora sobre otimização e biodisponibilidade dos nutrientes no corpo. Adora compartilhar conhecimentos, descobertas e trocar experiências! ;) Sócia do Grão de Maria por acreditar que a alimentação pode transformar a vida das pessoas emocionalmente, espiritualmente e fisicamente.

Follow

Comentários

Enviando Comentário